Esta turma costuma refletir bastante!

segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Mais uma semana: vai começar tudo de novo!


Segunda Feira


O dia menos esperado da semana. Dia de encarar a realidade, de recomeçar, de retornar ao emprego, de reencontrar pessoas, de pagar contas, de fazer compras, de bocejar o dia inteiro... Ai, que preguicinha!!!
Quem já não prometeu algo pra fazer na segunda-feira? Dia de começar um regime, de procurar emprego, de organizar a casa, de marcar consulta médica, marcar dentista, de começar a fazer exercícios e, nem sempre cumprir, é claro!
Gostamos muito da sexta-feira, do sábado e do domingo. Do domingo até uma certa hora. Quando começa a se aproximar da segunda, já começamos a suspirar e torcer o nariz. É compreensível: descanso é tudo de bom. Mas a vida continua e não fica esperando pelos preguiçosos, os sem-iniciativa, os deixa-pra-depois... Tudo tem o seu tempo e lugar. E o fim de semana tem mais sabor porque existem os outros dias: cheios de atividades muitas vezes cansativas e rotineiras. Se fosse sempre fim de semana, não teria graça, não é mesmo?
Que tal aproveitar a segunda-feira para retomar um projeto que foi deixado de lado, para organizar a sua vida financeira, para fazer um cardápio bem nutritivo e saudável para a semana toda, para limpar aquelas gavetas cheias de papéis inúteis que não permitem que você encontre algo importante no meio deles, para reunir a família e pensar o que irão fazer no Natal e Ano Novo?
Já que a vida é um eterno recomeçar, vamos tornar essa segunda-feira menos rançosa e mais produtiva. Tudo bem... pode bocejar, se espreguiçar, suspirar, mas não deixe a vida pra depois! Pense no que é mais urgente no momento. Organize-se, planeje, trace objetivos, prioridades e supere-se! Surpreenda-se! Realize!
Que a sua segunda-feira seja inesquecível e tão maravilhosa que você até já comece a pensar na outra segunda com simpatia. Que venha a segunda-feira! Tô podendo! E você também!

sábado, 28 de novembro de 2009

Mais um fim de semana chegando!

ImageChef.com - Custom comment codes for MySpace, Hi5, Friendster and more
Já pensou o que você vai fazer esse final de semana?
Quantos finais de semana, feriados e feriadões, eu passei limpando a casa na minha vida. Ou organizando armários. Ou organizando a papelada dos alunos. E parece que eu não ficava feliz sem fazer isso. Meu Deus! Quanta perda de tempo!
Deveria ter passeado mais, viajado mais, visitado amigos, assistido a filmes, conversado com alguém ou qualquer coisa mais útil.
Você já notou quantas vezes a nossa casa está arrumada, limpa e cheirosa e não vem nenhuma visita pra gente ficar feliz? E quando a bagunça está generalizada e chega alguém de surpresa?
Parece que quando tudo está legal, ninguém nota, pois isso é considerado normal. Mas, se você relaxa, mesmo que um pouquinho, sempre tem alguém que olha, nota e, até comenta, sutilmente.
Por isso, após a minha aposentadoria, não corro mais por causa de serviços domésticos. E não tô nem aí! Já corri tanto! Levantei cedo desde os cinco aninhos, tadinha de mim! Já fiz tanta limpeza! Agora, só faço certas coisas como isso, se estiver com vontade. Por exemplo: ainda bem que você não consegue ver a minha pia na cozinha. Está cheiiiinha de louça. Preferi o notebook. É bem mais divertido!
Minha irmã me emprestou o DVD "A Proposta". Esse é um dos meus planos para o domingo. Pipoca, chimarrão e filme junto com o maridão ou ao "lado" do maridão, pois provavelmente, ele irá cochilar...
E você? Trabalhou a semana inteirinha? Dê-se o direito e o prazer de descansar. Ou se cansar mais, mas se divertindo: escalando uma montanha, montando uma barraca na praia, lustrando o seu carro (haja braço), dançando a noite toda até ficar mortinho(a), visitando a parentada em cidades diferentes e distantes... Mas só faça se for para se sentir FELIZ!
A vida ensina, já dizia a minha avó. Ainda bem que eu aprendi a tempo. E olha que ainda falta muita coisa que eu quero fazer de lazer. Espero ter tempo. Aquele outro...
Um belo fim de semana para você! E se fizer algo inusitado, me conte. Quem sabe você me dá uma nova ideia...

quinta-feira, 26 de novembro de 2009

Você já comprou os presentes de Natal?

Posted by Picasa
Faltam poucos dias para o Natal! Você já comprou os presentes? Vai esperar o 13º salário? Vai fazer um empréstimo para comprá-los? Vai confeccionar os seus próprios presentes? Vai apenas telefonar ou enviar cartões?
Ou você não gosta de ganhar presentes e nem de dá-los, pois assim economiza? Ou quem sabe, ninguém anda merecendo ganhá-los nesse ano? Ou não vale a pena fazer dívidas para pagar no próximo ano? São tantas opções, não é mesmo? Mas só há uma opção para responder quem é o aniversariante! E muitas pessoas parecem esquecer qual o verdadeiro sentido do Natal.
Eu gosto de ganhar presentes e também de dar presentes. É uma troca deliciosa. Mas não tenho a menor paciência para enfrentar o estresse das compras perto do Natal. Lojas lotadas, filas para tudo, trânsito nervoso e engarrafado (mais do que o "normal"), pressa, estresse, cansaço... Parece que nem é Natal! Tempo de paz! Tempo de reflexão! De união etc etc.
Trocar presentes é tradição. Mas, mais importante do que isso, são os abraços, os beijos, a atenção dedicada àquelas pessoas que participam o ano todo das nossas vidas, os votos, a união das famílias e outras coisas do tipo. E o principal: o aniversariante! O que você vai dar de presente a Ele? Você se comportou esse ano? Foi bom pai, boa mãe, bom amigo, bom vizinho, bom... enfim, você sabe do que estou falando!
Comer até se empanturrar, beber até cair ou quase. Acabar brigando com alguém. Mexendo com as "feridas". Pois é só a família se juntar que o baú é aberto por alguém. Depois da festa, sair dirigindo alcoolizado e só Deus sabe o que pode acontecer... Isso, para mim, não é festejar!
Aproveite essa época pra falar com alguém que você perdeu de vista ao longo da vida atribulada. Reencontre amigos, telefone, mande cartões virtuais (seja ecologicamente correto), surpreenda, diga "eu te amo", "como eu gosto de ti", "sou feliz por conviver com você"... Amoleça esse coração, não prenda suas emoções, liberte esse ser emotivo que está preso nesse coraçãozinho e viva o verdadeiro tempo de Natal.
É difícil? Vai dar trabalho? E quem disse que viver é moleza??? Mas vale a pena! Como já disse Fernando Pessoa, "tudo vale a pena se a alma não é pequena". E eu tenho certeza de que a sua alma é grandiosa. Tenha um Natal cheio de paz, saúde, harmonia, união, alegria e tudo mais que você merece. Boas festas, amigo(a)!!!

terça-feira, 24 de novembro de 2009

O valor de um sorriso


Um sorriso aproxima as pessoas e amacia os corações. Mas não estou falando de um sorriso forçado ou oportunista. Falo de um sorriso natural e espontâneo.
Com um sorriso verdadeiro, abrimos portas, conquistamos pessoas, alegramos o dia de alguém. Às vezes, sorrir produz mais efeito do que palavras. E não custa nada.
Sorria para a vida. Sorria para você ao se olhar no espelho. Você também merece!
Sorria para o vizinho, sorria para uma criança na rua, sorria ao cumprimentar alguém, sorria ao falar ao telefone. A pessoa do outro lado da linha sentirá o seu bom-humor. Sorria para a vendedora da loja, sorria quando seu amor chegar em casa, sorria para os seus filhos quando eles acordarem.
Não poupe sorrisos. Faça essa experiência e observe. Você encantará as pessoas por onde passar.
Colocando a modéstia escondida numa gaveta, ganhei um título na escola onde trabalhei por quase 30 anos: A MAIS SIMPÁTICA! Com faixa que nem miss e foto!
Sempre procurei me dar bem com as pessoas. Claro que, às vezes, é preciso rodar a baiana. Ou seria, rodar a gaúcha?! Mas, no dia-a-dia, é uma característica minha, sorrir!
Portanto, comprovo na prática o que estou dizendo. Sorrir é algo mágico! Mesmo quando se está triste, pode-se sorrir. Os outros não tem culpa dos nossos problemas ou das nossas preocupações.
Tive depressão e muitas colegas nem imaginavam. Somente aquelas para as quais eu contei. Eu estava vivendo um momento difícil, mas não quis passar tristeza no meu ambiente de trabalho.
Nesta terça-feira, lembre-se disso e ponha em prática. Sorria para a vida. Você terá um dia melhor e tornará mais agradável o dia de quem convive com você. Depois me conta como foi bom!

domingo, 22 de novembro de 2009

A realização de um sonho



Sonhar faz parte da nossa vida. Dizem que só não sonha quem já morreu (mesmo que no sentido figurado). Precisamos sonhar, planejar e ir à luta para realizar esses sonhos. Alguns, nós conseguimos realizar, outros não. Por isso, devemos ter vários sonhos. Muuuitos!


Essa foto acima, é da minha amiga Maria Tereza. Ela sonhava, entre outras coisas, mergulhar. Olha ela aí... mergulhando a 5 metros de profundidade. Ela está em Alagoas, na praia de Maragogi. Lindo demais!


Mais lindo ainda é ver a felicidade dela em ter realizado esse sonho. O lugar é maravilhoso. O contato direto com a natureza, os peixinhos coloridos passando bem pertinho, os corais, o mar tranquilo e a felicidade.


Ah, a felicidade! É o recheio da vida! A cobertura da alma! O ingrediente indispensável da existência. Acho que nascemos para ser e fazer alguém feliz. Esse é o pensamento que escrevi no meu perfil do MSN. Mas não podemos depender de outros para a felicidade entrar na nossa vida. Isso depende só de nós.


Acho tão estranho quando alguém é entrevistado sobre qual é o seu maior sonho e a pessoa diz: "Ser feliz!" Como assim? Temos que ser felizes agora, hoje. É o tipo da coisa que não dá para deixar para depois. A vida é agora. O passado já foi e o futuro é incerto. Vamos valorizar o presente. Já vi essa frase em algum lugar. Mas não lembro quem disse.


Amigos ficam felizes com a felicidade dos amigos. Estou feliz pela Tetê. Que ela faça muitas outras viagens maravilhosas como essa! Para mim, viajar é a melhor coisa da vida. A gente se diverte, conhece novas culturas, culinária diferente, emoções novas... E muitas vezes amizades incríveis.


Não deixe os seus sonhos para depois. Corra agora mesmo atrás deles. A hora é agora. Mexa-se! Viva e seja feliz!



quinta-feira, 19 de novembro de 2009

Falta de limites!

Quando encontrei essa foto na internet, já fiquei imaginando o texto que escreveria: sobre um dos maiores problemas do mundo.
Sabe aquele ditado popular "É desde pequeno que se torce o pepino"? Pois é! As justificativas dos pais são inúmeras, mas, para mim, a maioria delas não convence. Educação é dever dos pais. Os pais fazem os filhos, os colocam no mundo e devem se responsabilizar pelos seus rebentos. E isso inclui dar limites para não criar monstrinhos insuportáveis que irão aterrorizar o mundo. Estou exagerando? Está bem, vou explicar melhor o que eu penso.
Desde pequenas, as crianças nos testam para ver até onde podem ir. Muitos pais não dão limites e depois dizem:" - Eu não sei o que fazer com o meu filho. Ele não me obedece, não me atende, não me respeita." Lecionei por quase trinta anos. Perdi a conta das vezes que ouvi de pais, e principalmente de mães, pois são elas que vão mais às escolas, frases desse tipo. Só que não é a professora, o gerente do banco, o patrão, o motorista de ônibus, entre outros, que deve dar limites ou corrigir os anjinhos. Cadê os pais???
Fazer filhos é fácil. Criá-los com responsabilidade, dando-lhes educação, orientação, amor, atenção, acompanhamento nas fases iniciais da vida... ah, cansa, né? Vamos deixar para os outros! Negativo! Fez? Cuida! "Ah, não era o momento! Eu não estava preparado. Nem sei como aconteceu. Quando vi, estava grávida". Fala sério! Se não era o momento etc etc, porque não se cuidou? Por irresponsabilidade, não é? E vai ser irresponsável de novo? Não aprendeu? Conta outra!
Drogas, marginalidade, crueldade, desobediência civil, corrupção e outros cânceres da nossa sociedade, na minha opinião, tem origem na ausência da família. A família também pode ser avós, tios, irmãos, caso os pais não existam mais. Falo de responsáveis por um ser, enquanto de menor idade. Muitas vezes, vejo exemplos de paternidade/maternidade animal invejável. Os animais, muitas vezes, tem mais carinho, cuidado e atenção com seus filhotes do que muitos humanos. Aqueles que são racionais.
A foto que eu escolhi, e que os pais deles provavelmente acharam uma gracinha, pois até foi colocada na rede, eu achei uma tristeza. Filhos sem limites fazem o que eles fizeram. Brincar é uma coisa, detonar é outra bem diferente.
Amar é também ter coragem de dizer NÃO. Quanta coisa podemos evitar! Quantos dissabores! Se somos os adultos, temos que ser capazes de discernir o que deve ser dito e o que deve ser feito. Sei que errar é humano. Mas será que não estamos usando demais essa justificativa?

segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Dia Internacional da Tolerância

Hoje é o Dia Internacional da Tolerância, você sabia? Eu, não! Sei que há dia de comemoração para quase tudo, mas esse eu desconhecia. E eu não poderia ignorar, pois se há algo que eu tenho muito pouco é tolerância. É um grande defeito, eu sei! Inclusive, no meu perfil, eu comento sobre isso. Faz muito tempo que eu tento, todo ano-novo, ser uma pessoa mais tolerante, mas nunca consigo ou quase nunca...
Ser tolerante é uma característica básica para se viver em sociedade, pois o tempo todo estamos sendo testados por alguém, consciente ou inconscientemente. E a tolerância faz com que não haja uma explosão a cada trinta segundos, pois você releva, releva, releva...
Por exemplo, sou intolerante com burrice. Entenda-se que, para mim, burro é aquele que não se interessa em aprender: fica sempre no mesmo nível por opção. Não acredito que um ser normal possa nascer burro. Acredito que algumas pessoas tem mais facilidade em aprender e outras tem que fazer mais esforço. E que só se aprende quando se quer realmente. Portanto, não é culpa de ninguém mais. É uma opção individual: vou evoluir ou não estou interessado. E quem se acomoda, me irrita.
Também não tolero desrespeito, injustiça, maldade e outras tantas coisas tão comuns na nossa sociedade. Então, às vezes, o convívio social é muito difícil para mim. Normalmente, me manifesto, reclamo, brigo, me estresso. E isso se torna até um problema, pois não vou mudar o mundo. O que é que eu faço? Se você tem alguma sugestão, manifeste-se no espaço dos comentários, pois isso é um grande transtorno no meu dia-a-dia.
Inclusive os jornais de notícias, carregados de acontecimentos terríveis, me deixam irritada e, muitas vezes, de mau-humor. Houve uma época em que eu deixei de assistir, dei um tempo, pois me estressava muito. Como eu gostaria de ser mais "light", não esquentar a cabeça, deixar rolar... Mas não faz parte do meu ser.
Tolerar, suportar, aguentar... E não confundir a intolerância da qual estou falando com preconceito racial, religioso etc. Preconceito é ignorância! É uma forma de pensar, de ter um conceito precipitado, antes de conhecer realmente o assunto.
Que os deuses me ajudem! Quem sabe em 2010, eu consiga! Vou tentar sempre!

domingo, 15 de novembro de 2009

Domingo: libere a preguicinha!

Sabemos que muitas pessoas trabalham aos domingos. Aliás, foi-se o tempo em que havia dias onde era garantido o descanso, pelo menos para uma boa parte dos mortais.
Hoje em dia, quase tudo funciona normalmente de domingo a domingo: lojas, mercados, shoppings etc. E como todo mundo precisa de dinheiro para viver, já nos acostumamos e nem reclamamos mais. Simplesmente, faz parte!
Mas deixando de lado toda essa filosofia, vamos falar um pouquinho sobre a importância do descanso. Não devemos esperar o primeiro infarto para desacelerar. A maioria das pessoas, muda de atitude somente depois que acontece algo mais grave: doença, acidente, susto ou qualquer coisa desse tipo.
Hoje é domingo! Se você tem o privilégio de poder estar em casa, faça algo que não costuma fazer: caminhe em algum parque, brinque com seus filhos, convide o seu amor para assistir a um filme comendo pipoca, tome um chimarrão, leia o jornal com calma, visite os meus blogs, durma sem cuidar o horário, fique olhando pela janela, converse com um vizinho novo... Ideias não faltam!
Eu estou aprendendo a agir assim agora que estou aposentada. Quando trabalhava, não me dava o direito de relaxar. Vivia preocupada com as coisas que eu tinha para fazer. Sentava e levantava o tempo todo. Mas, a gente aprende!
As coisas que esperem. Faço mais tarde, quando tiver vontade. Quando se adoece, quando se morre, quando precisamos atender alguém da família, não mudamos os planos rapidinho? Então, chega de angústia. A vida passa e cada momento não se repetirá jamais. Depois não adianta ficar se lamentando, choramingando ou enchendo o saco dos outros só reclamando. Ninguém merece, nem a gente mesmo.
Ponha as suas perninhas pra cima, respire fundo, tire um cochilo, pense e repense na sua vida e recomece a sua semana de trabalho com mais paz. Amor,cadê a rede??? Tá me dando um soninho...

sexta-feira, 13 de novembro de 2009

Sexta-feira 13!


Gatos pretos são lindos! Assim como os gatos de outras cores. Mas para os supersticiosos... Hoje, por exemplo, sexta-feira 13, dia de cuidar para não cruzar com um gato preto. Pobre gatinho!
Passar por debaixo de uma escada, nem pensar... Me perdoem os supersticiosos, mas quanta bobagem! Acho que as pessoas deviam ter receio é de fazer coisas erradas que possam prejudicar alguém. Acreditar nessas bobices, que um dia alguém inventou, não muda a vida de ninguém: nem pra pior, nem pra melhor. Fala sério!!!
Agora, se for só uma brincadeira, e não um transtorno na vida da pessoa, tudo bem! O problema é que há pessoas que acreditam tanto em "certas coisas", que suas vidas parecem não andar em função disso. Tenho pessoas na minha família, sem citar nomes, é claro, cuja vida foi um tormento em função de crenças absurdas. Quando esse tipo de coisa passa a atrapalhar o andamento da vida, então temos um problema muito sério.
Já existe tanta coisa que, mesmo sem querermos, atrapalha nossos planos no cotidiano, pra que dar crédito para bobagens? Vamos viver e ser felizes! Acreditemos em algo que realmente valha a pena, que nos acrescente algo de bom, que nos aperfeiçoe como pessoas.
Enfim, escrevi esse texto, pois desde a manhã, tenho escutado coisas sobre o cuidado com o dia de hoje por ser uma sexta 13. Ontem foi 12 e amanhã será 14. E daí? Daí que o Natal está chegando... Isso sim é importante. Bahhh... e eu nem arrumei os enfeites de Natal. Fui!!!

domingo, 8 de novembro de 2009

Tamanho GG: grande e gostosa!


Nunca se falou tanto em saúde como hoje em dia! Soma-se calorias, corta-se calorias, emagrece-se, engorda-se, come-se escondido...
Eu sempre adorei comer, principalmente doces. De preferência, bem doces! Mas depois dos quarenta anos... o bicho pega. É a glicose que aumenta, é o colesterol e, é claro, muitos quilos a mais.
Claro que isso não acontece com todo mundo. Há pessoas que conservam, praticamente a vida toda, o mesmo peso. Outras, para que isso aconteça, precisam se esgotar nas academias pra perder meia dúzia de calorias. E outras, como eu, engordam um quilo a cada ano.
Devo confessar que odeio ginástica. Nunca gostei! Nem das aulas de educação física na escola, eu gostava. Mas sei que é importante se mexer para não enferrujar, entre outras coisas.
Como resolver esse problema? Tudo a gente comemora comendo e bebendo. Eu não gosto de bebidas alcoólicas. Pelo menos isso! Adoro pão branco, pão feito em casa, mel, melado, chocolate, docinhos caramelados, pizza, ambrosia, pudim, sagu, massas de todos os tipos... socoooorro!!! Tudo que eu adoro, engorda! Que sofrimento, tchê!
E as roupas vão apertando, apertando e sendo guardadas na esperança de que um dia voltem a servir. Que ilusão!!!
Mas tenho esperança de que, em breve, por uma questão de saúde, eu perca alguns quilos. Mas confesso que não tenho me esforçado. Que isso não sirva de exemplo pra ninguém, pois sei que estou errada. Mas como é difícil...
Enquanto isso, quer um pedaço de pizza? Brincadeirinha...

sábado, 7 de novembro de 2009

Dizem que ele comanda o mundo: o dinheiro!

ImageChef.com - Custom comment codes for MySpace, Hi5, Friendster and more
Infelizmente, isso deve ser verdade! Pelo menos, para uma boa parte da população. Afinal, basta ler os jornais, assistir às notícias na tv e constatar quantas coisas horríveis algumas pessoas fazem por dinheiro.
Paga-se para nascer, para viver e para morrer! Passa-se a vida lutando, correndo atrás de um pouco de conforto, da realização de sonhos e da tal felicidade. Alguns acreditam que dinheiro não traz felicidade. Outros dizem que ele manda buscar de limusine. Que é melhor ser triste numa mansão do que numa maloca.
Trabalhar muuuito não é sinônimo de enriquecer, é obvio! Não fazer nada de útil para a sociedade também não significa ser pobre. E as heranças? E os prêmios das loterias? E os desvios de verbas públicas? E a impunidade infeliz que protege esses lacaios, mais conhecidos por políticos de carreira? E o acúmulo de aposentadorias desses caras. Que ódio!!!
Dinheiro é importante, sim, mas não a ponto de nos corrompermos para consegui-lo. Prezo os valores. Ah...os valores... tão esquecidos hoje em dia. Vergonha na cara, bom caráter, honestidade, altruísmo, respeito...
Já tem gente pensando aí: -Isso não enche barriga com fome! É claro que não, mas a falta deles esvazia o que o ser humano pode ter de melhor: sua essência.

Motoristas irresponsáveis = Trânsito violento

ImageChef.com - Custom comment codes for MySpace, Hi5, Friendster and more
Definitivamente, não gosto de dirigir! Fico estressada com boa parte dos motoristas. É uma neurose!!!
A maioria tem muita pressa, mas nem todos, uma razão para tê-la. A sinaleira ainda está no vermelho, e já tem alguém buzinando atrás de você ou xingando.
É um "salve-se quem puder". Normalmente, não há gentilezas, só agressões: verbais e físicas.
Muitos não respeitam os lugares de estacionamento reservados para idosos, deficientes etc. Que tipo de gente é essa? Estão acima do bem e do mal? Coitados, pobres neuróticos anônimos e infelizes!
E a sinalização? Poucos respeitam. E, ainda, quando abordados por um guarda de trânsito, ficam furiosos e soltam cada "pérola" para justificar o seu deslize.
Quando é feriadão, as funerárias aumentam seus lucros. Como morrem nas estradas! E, o pior, matam!
Uma geração de surdos está se formando: som do carro a todo o volume. Como se os outros tivessem optado por ouvir a mesma música. Na minha opinião, som alto demais no carro, perturbando os demais, direção perigosa com falta de respeito às regras de trânsito e velocidade inadequada para aparecer, demonstra algum problema, provavelmente de ordem genital. Por exemplo, "eu tenho pequeno!"
É lamentável saber que a maioria dos acidentes poderia ser evitada, se os motoristas, simplesmente, aplicassem na prática o que aprenderam na auto-escola. Se é que aprenderam alguma coisa...
É preciso se conscientizar que a vida é o bem maior que temos. Devemos preservar a nossa e temos obrigação moral de respeitar a dos outros.
Quantas vidas se foram por irresponsabilidade de alguém! Basta de tanta imprudência! Não podemos nos conformar. Temos que lutar contra essa pobreza de espírito e fazermos a nossa parte.

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

Amigos: seres indispensáveis!

Walk of Fame Animated custom comment codes for MySpace, Hi5, Friendster and more - ImageChef.com
Amigos, a gente escolhe: parentes, não! Quem não ouviu essa frase ainda?! Embora possamos ter parentes maravilhosos (ou nem tanto...), os amigos são especiais.
Eles vão chegando devagarinho, entrando em nossas vidas e, quando a gente menos espera, já tomaram conta dos nossos corações.
Eu não vou usar o termo "amigo verdadeiro", pois eu acho que se não é verdadeiro, não é amigo. E também não acredito quando alguém diz que tem centenas de amigos. Concordo que podemos ter centenas de pessoas conhecidas, ou com as quais simpatizamos, dezenas de colegas etc. Mas amigos... Esses são peças raras. Talvez por isso sejam tão valiosos.
Acho tão estranho quando alguém diz que seu marido ou esposa o(a) traiu com seu(sua) melhor amigo(a). Como assim??? Amigo trai? Se trai, não é amigo. Alôôô!!!
Sabe aquela história batida sobre a plantinha que temos que cuidar, blá, blá, blá? É pura verdade, acreditem! Seja a amizade ou um caso de amor, é preciso tratar com carinho, alimentar todos os dias e reinventar a história para que não haja desgaste ou decepção. Num processo natural e discreto, é claro!
Você tem amigos? Preserve-os! São valiosos! E como tudo que tem valor deve ser protegido. Cuide e conserve!

Você é uma pessoa cativante?

ImageChef.com - Custom comment codes for MySpace, Hi5, Friendster and more

É tão bom quando nós nos sentimos bem-vindos em algum lugar. É muito gostoso se sentir acolhido, amado, prestigiado, não é mesmo?
Será que a gente também proporciona isso aos nossos amigos, conhecidos ou parentes. Às vezes, a intimidade faz com que a gente relaxe e não se preocupe com detalhes tão importantes numa convivência.
Há lugares onde somos tão acarinhados que só falta uma placa de neon dizendo o quanto somos bem-vindos. Mas, em compensação, há lugares onde a gente chega e já fica com vontade de ir embora. Aliás, há lugares que não dá vontade de ir. E, se for possível, é melhor não irmos mesmo. Afinal, o ideal é estar onde nos sintamos bem e felizes.
Há pessoas que são acolhedoras por natureza. Essas atraem as outras como se fossem um ímã. Há outras que nós queremos distantes. Faz parte da vida. Outras, são tão chatas, tão arrogantes ou tão mesquinhas que vivem praticamente sozinhas, pois ninguém aguenta.
Muitas pessoas esquecem que nós precisamos conquistar as outras pessoas. Ninguém tem obrigação de gostar de ninguém. Se gostamos de alguém ou da sua companhia é por alguma razão.
Como ninguém é melhor do que ninguém e, perante a lei e perante Deus, somos todos iguais, sejamos pessoas cativantes. Afinal, ninguém merece conviver com aqueles que "se acham" e que nem sempre são o que acham. O que você acha?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores de reflexões:

Adolescência (1) Alberto Mantovani Abeche (1) Alexandre Garcia (1) Américo Canhoto (1) Amizade (4) Amor (1) Andrew Matthews (3) Aneli Belluzzo Simões (1) Ano Novo (2) Antônio Mesquita Galvão (1) Aparência (1) Arnaldo Jabor (6) Arthur da Távola (2) Artigos da revista Cláudia (1) Ary Fontoura (1) Autoria desconhecida (28) Bem-estar (4) Brasil (1) Brena Braz (1) Brian Dyson (1) Carla Rojas Braga (1) Carlos Drummond de Andrade (5) Carlos Reinaldo Mendes Ribeiro (1) Carnaval (1) Cecília Meireles (1) Cedidos por amigos (1) Charges (1) Charles Chaplin (5) Chico Buarque (2) Cinema (1) Civilidade (1) Clarice Lispector (5) Corrupção (1) Crônicas (2) Crueldade Humana(?) (1) Dalai Lama (1) Dalmir Sant'Anna (1) Daniel Bruno de Castro Reis (1) Danuza Leão (3) Datas especiais (14) David Coimbra (2) Dia da Criança (1) Dia das Mães (1) Dia do Amigo (1) Dia do Professor (1) Dia dos Pais (2) Dia Internacional da Mulher (1) Diovana Rodrigues (1) Dráuzio Varella (1) E-book do Prof. Marins (1) E-mails (1) Educação (1) Eleições (1) Evandro Amoretti (1) Fabiana Kaodoinski (1) Fabrício Carpinejar (7) Fátima Irene Pinto (1) Fernanda Mello (1) Fernando Pessoa (2) Flávio Gikovate (2) Flávio Tavares (1) Gabi Borin (1) Gilberto Stürmer (1) Halloween (1) Herbert Vianna (1) Herman Melville (1) Impunidade (1) Internet (1) Ivete Sangalo (1) Jornal Zero Hora (1) José Geraldo Martinez (1) José Ronaldo Piza (1) Kahlil Gibran (1) Kledir Ramil (1) L. F. Veríssimo (7) Laerte Russini (1) Léo Lolovitch (2) Letícia Thompson (24) Letra de música (5) Lilian Poesias (1) Lya Luft (4) Magistério (1) Maktub (4) Marcial Salaverry (1) Maria Helena Matarazzo (2) Mário Quintana (2) Martha Medeiros (32) Masaharu Taniguchi (1) Mau-humor (1) Menalton Braff (1) Mensagens (7) Meu aniversário (1) Meus blogs (4) Minha autoria (67) Miriam de Sales Oliveira (1) Motivação (2) Mulher (8) Natal (2) Oliveira Fidelis Filho (1) Oscar Wilde (1) Osho (3) Oswaldo Montenegro (1) Otimismo (1) Páscoa (3) Paulo Coelho (2) Paulo Roberto Gaefke (5) Paulo Sant'Ana (1) Pe. Fábio de Melo (1) Poemas (1) Política (1) Programa Fantástico (1) Promoções (1) Protesto (1) Recebidos por e-mail (10) Redação Momento Espírita (4) Reflexões (21) Reinaldo C. Moscatto (1) RH Andrade Gutierrez (1) Richard Bach (1) Rivalcir Liberato (5) Roberto Shinyashiki (4) Rosana Braga (2) Rosane de Oliveira (1) Rose Mori (1) Saúde (4) Selos (4) Sexo (3) Silvana Duboc (1) Tais Vinha (1) Textos Criativos (1) Textos Psicografados (1) Titãs (1) Tragédias (1) Vida real (5) Vídeo + texto de minha autoria (11) Vídeos (1) Vídeos feitos por mim (1) Vinícius de Moraes (1) Violência (1) Vitor Hugo (1) William Shakespeare (1) YouTube Vídeos (4)

Clique na imagem e...

Conheça meu blog divulgador!