Esta turma costuma refletir bastante!

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Por que desistir de acreditar?


A cantora Adriana Calcanhoto interpreta uma linda composição de Edu Lobo e Chico Buarque chamada "Ciranda da Bailarina". Você já ouviu essa canção? Depois de ouvir a música inúmeras vezes passei a refletir no quanto as pessoas são diferentes e algumas, abandonam a ação de confiar em si. Negam tentar algo novo, porque o medo de falhar estará refletindo em fracasso. Nos tópicos a seguir, observe como não desistir de acreditar em você. Perceba que são poucas as coisas que se aprende na vida, sem que se erre pelo menos uma vez.

Superar a zona de conforto - Quando uma pessoa não quer fazer uma atividade, qualquer desculpa serve. O detalhe é que as repetitivas justificativas têm um modo estranho de se transformar em realidade. São pessoas que observam seu reflexo no espelho logo cedo e, ao contrário de um sorriso feliz, em comemorar mais um dia saudável de vida, despejam uma tormenta de energia negativa com reclamações, desavenças e descontentamentos. O que seria de uma bailarina, se as dores musculares justificassem parar de dançar? Superar a zona de conforto é uma importante ação para compreender a diferença entre falhar e ser um fracasso. Admita que talvez, você não tenha feito o melhor possível e para sentir o gostinho de uma vitória, será necessário aplicar um esforço a mais.

Alterar o estereótipo de perfeição - Há no sistema nervoso humano, uma substância conhecida como Neuropeptídeo (NPY), que faz a comunicação entre os neurônios e afetam a maneira como observamos as reações ao nosso redor. Quanto menor a quantidade da substância NPY, mais pessimista se torna o ser humano. A bailarina na canção é um estereótipo de perfeição, sem problemas, dores, tristezas e cicatrizes no coração. Mas quem não os tem? Na vida, algumas pessoas aprendem a mudar pela dor e outras por amor. Não se negue a oportunidade de compreender suas fraquezas e procure perceber, o que parece o fim pode ser o começo de uma grande transformação na sua vida.

Não deixe a cortina do palco da vida fechar - A capacidade de acreditar é abalada com expressões do tipo: "Você não vai conseguir! Outras pessoas já tentaram e não conseguiram! Desista, isso não vai dar certo!" Há obstáculos que depois de superados tornam-se verdadeiras lições, de aprendizagem e estímulos que influenciam nosso comportamento, a maneira de viver e contribuem para uma nova direção. O momento mágico da bailarina é quando a cortina do palco abre e ela demonstra toda competência, brilho e encanto. Não permita cair em armadilhas geradas pelo pessimismo e mau humor. Não deixe a cortina do palco da sua vida ser fechada para as oportunidades que estão a sua volta. Ninguém mais do que você, possui a capacidade encantadora de mudar.

A letra da música "Ciranda da Bailarina" diz: "Sala sem mobília, goteira na vasilha, problema na família, quem não tem, procurando bem, todo mundo tem". Incertezas, receios, adversidades e desconfianças fazem parte do ser humano. O interessante é perceber que algumas pessoas direcionam seus olhares para os erros, outros para a possibilidade de melhorar continuamente. Não permita que as pessoas a sua volta, tenham a capacidade de destruir sua autoestima e, paralisar sua vontade de acreditar na força de superação. Você pode e merece ser feliz. Lembre-se que na vida, não há aviso prévio como no ambiente profissional e o momento de acreditar, mais em você, não é amanhã, mas já.


Autor: Dalmir Sant'Anna – Mestrando em Administração de Empresas, Pós-graduado em Gestão de Pessoas, Bacharel Comunicação Social e Mágico profissional. Autor do livro "Menos pode ser Mais" (3ª edição, editora Odorizzi), Visite o site:www.dalmir.com.br


Ouça a música "Ciranda da Bailarina" aqui:





11 comentários:

Valéria disse...

Oi Sônia!
Lindo isso!
É verdade, o que temos a fazer é fechar os olhos para os problemas e abrir para a vida, pois até "O caminho da água também é cheio de pedras. E o rio não pára ".
Beijinhos e tudo de bom!

Cacá - José Cláudio disse...

Muitas verdades, Sônia. Tinha uma música antiga que metaforizava sobre isso que dizia assim: "o tempo não para no porto, não apita na curva, não espera ninguém." Portanto, temos que seguir em frente, sempre! Um abraço e obrigado pela gentil visita. Paz e bem.

Sônia Silvino disse...

Que momento especial receber sua mensagem. Grato de coração por seu contínuo carinho e postar o texto com o tema “Por que desistir de acreditar”. Excelente dia para você com inúmeras conquistas e contínuas chuvas de bênçãos sobre bênçãos.

Abraços mágicos, Dalmir

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Querida amiga

A música é perfeita
e as palavras
que a rodeiam no texto,
idem.

Em tempos de pessoas
que cobram de nós
uma perfeição que não
existe,
é sempre bom ler
palavras sensatas,
que nos devolvem
o direito a imperfeição.



Viver é se fazer eterno
para o coração de alguém.

Cidinha disse...

Olá Sônia. Que bom estar aqui... desculpe a falta! Me perdi e tive alguns problemas com comentáios. Adorei a reflexção! Devemos sempre tentar algo novo. Bela imagem! Vou procurar ouvir a canção. Bjos e obrigada pela sua visita!

wcastanheira disse...

UM MIMO, UMA DELICIA, SUA PÁGINA É SHOW POR ISSO É TÃO BOM PASSEAR POR AQUI, PRA VC BJOS, BJOS E BJOSSSSSS

Celina disse...

Oi Sôninha muita paz , fazia tempo que não lia uma mensagem tão bela , ela diz tudo aquilo que sentimos ou passamos, é uma lição de vida adorei! É o exemplo da bailarina que para vencer tem todo este sacrifício. Obrigada amiga por compartilhar conosco esta maravilha.
Abraços Celina

Vera Lúcia disse...

Olá Sônia,
Vi você como destaque no blog da Vivian semana passada e vim conhecer este seu espaço.
Gostei muito e tomei a liberdade de me instalar.

O texto é excelente e traz uma importante lição de vida.
Muitas vezes o medo e a insegurança atuam como paralisantes, impedindo as pessoas de buscarem a superação e seguirem em frente.
A vida é repleta de obstáculos e procurar vencê-los é fonte de crescimento.
Sigamos sempre, com coragem, fé e determinação.
Beijos.

Bergilde disse...

Somos humanos e isso já diz tudo sobre a nossa imperfeição,embora seja sempre necessário lembrá-la pois muitos andam esquecídos disso,ao menos das próprias falhas(não as dos outros).
Vim agradecer por uma visita sua aos registros de meus filhotes e vou começar a acompanhar mais um blog seu também!

José Ramón disse...

Sonia estupendo el post que nos has dejado un placer haber vuelto por su espacio

Un Cordial Saludo desde Creatividad e imaginación fotos de José Ramón

ONG ALERTA disse...

Verdadeiro, beijo Lisette.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores de reflexões:

Adolescência (1) Alberto Mantovani Abeche (1) Alexandre Garcia (1) Américo Canhoto (1) Amizade (4) Amor (1) Andrew Matthews (3) Aneli Belluzzo Simões (1) Ano Novo (2) Antônio Mesquita Galvão (1) Aparência (1) Arnaldo Jabor (6) Arthur da Távola (2) Artigos da revista Cláudia (1) Ary Fontoura (1) Autoria desconhecida (28) Bem-estar (4) Brasil (1) Brena Braz (1) Brian Dyson (1) Carla Rojas Braga (1) Carlos Drummond de Andrade (5) Carlos Reinaldo Mendes Ribeiro (1) Carnaval (1) Cecília Meireles (1) Cedidos por amigos (1) Charges (1) Charles Chaplin (5) Chico Buarque (2) Cinema (1) Civilidade (1) Clarice Lispector (5) Corrupção (1) Crônicas (2) Crueldade Humana(?) (1) Dalai Lama (1) Dalmir Sant'Anna (1) Daniel Bruno de Castro Reis (1) Danuza Leão (3) Datas especiais (14) David Coimbra (2) Dia da Criança (1) Dia das Mães (1) Dia do Amigo (1) Dia do Professor (1) Dia dos Pais (2) Dia Internacional da Mulher (1) Diovana Rodrigues (1) Dráuzio Varella (1) E-book do Prof. Marins (1) E-mails (1) Educação (1) Eleições (1) Evandro Amoretti (1) Fabiana Kaodoinski (1) Fabrício Carpinejar (7) Fátima Irene Pinto (1) Fernanda Mello (1) Fernando Pessoa (2) Flávio Gikovate (2) Flávio Tavares (1) Gabi Borin (1) Gilberto Stürmer (1) Halloween (1) Herbert Vianna (1) Herman Melville (1) Impunidade (1) Internet (1) Ivete Sangalo (1) Jornal Zero Hora (1) José Geraldo Martinez (1) José Ronaldo Piza (1) Kahlil Gibran (1) Kledir Ramil (1) L. F. Veríssimo (7) Laerte Russini (1) Léo Lolovitch (2) Letícia Thompson (24) Letra de música (5) Lilian Poesias (1) Lya Luft (4) Magistério (1) Maktub (4) Marcial Salaverry (1) Maria Helena Matarazzo (2) Mário Quintana (2) Martha Medeiros (32) Masaharu Taniguchi (1) Mau-humor (1) Menalton Braff (1) Mensagens (7) Meu aniversário (1) Meus blogs (4) Minha autoria (67) Miriam de Sales Oliveira (1) Motivação (2) Mulher (8) Natal (2) Oliveira Fidelis Filho (1) Oscar Wilde (1) Osho (3) Oswaldo Montenegro (1) Otimismo (1) Páscoa (3) Paulo Coelho (2) Paulo Roberto Gaefke (5) Paulo Sant'Ana (1) Pe. Fábio de Melo (1) Poemas (1) Política (1) Programa Fantástico (1) Promoções (1) Protesto (1) Recebidos por e-mail (10) Redação Momento Espírita (4) Reflexões (21) Reinaldo C. Moscatto (1) RH Andrade Gutierrez (1) Richard Bach (1) Rivalcir Liberato (5) Roberto Shinyashiki (4) Rosana Braga (2) Rosane de Oliveira (1) Rose Mori (1) Saúde (4) Selos (4) Sexo (3) Silvana Duboc (1) Tais Vinha (1) Textos Criativos (1) Textos Psicografados (1) Titãs (1) Tragédias (1) Vida real (5) Vídeo + texto de minha autoria (11) Vídeos (1) Vídeos feitos por mim (1) Vinícius de Moraes (1) Violência (1) Vitor Hugo (1) William Shakespeare (1) YouTube Vídeos (4)

Clique na imagem e...

Conheça meu blog divulgador!