Esta turma costuma refletir bastante!

quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Vamos salvar o Natal



A primeira coisa seria minimizar o Papai Noel da Coca-Cola. Esse velhinho obeso, gastador, que nos estimula a comprar, comprar e comprar e que está, desde o final de novembro, molhado de suor, em TODOS os shoppings centers. Desculpe, bom velhinho, mas você ficou over. Não tem mais nada a ver com os tempos que vivemos. Acabou a magia.

O que vai salvar o Natal, é voltarmos ao principal sentido da festa no mundo ocidental: celebrarmos o nascimento do Cristo. Não o Jesus religioso, que morreu pelos pecadores e que faria você parar de ler este texto bem aqui. Não é desse Jesus que falo. Temos que resgatar o Jesus revolucionário. O ecologista. O maluco beleza que, há 2000 anos, abalou as estruturas da Roma perdulária e cheia de vícios, com suas idéias de vida simples. De amor ao próximo. De comunhão com a natureza.

Temos que resgatar o barbudo que disse que somos todos uma só família. Todos habitantes do mesmo planeta Terra. Eu, você que está me lendo, o feirante, o doutor, o agricultor, o catador de papel. E que as diferenças impostas pela sociedade são cruéis e fonte da maioria dos nossos problemas.

Temos que resgatar o homem que, ao ver que a comida não dava para todos, dividiu-a. E, ao invés de uns poucos comerem muito, todos comeram um pouco. O homem magro, de modos frugais, que se satisfazia com frutas, grãos, mel, peixe (talvez) e um vinhozinho de vez em quando, porque ninguém é de ferro. E não com leitões, cabritos, tenders, chesters, lombos, picanhas - geralmente, todos juntos na mesma ceia.

Temos que reviver as idéias do sujeito que introduziu o conceito de vida simples no ocidente. E praticou-a todos os dias em que viveu. Aquele homem que vivia apenas com o necessário, pois acreditava que os únicos bens que devemos acumular, são os valores que levamos dentro de nós. Que expulsou os mercadores do templo, pois uma coisa são valores da alma. Outra são os do dinheiro. E feliz é quem consegue diferenciá-los.

Renascer a alegria de um homem que vivia rodeado de amigos, que amava os animais, que viajava, que era carinhoso e benevolente com todos. Principalmente, com aqueles que erravam (isso me dá um alento, que nem te conto!).

Neste Natal, tenho pensado muito nisso. Pensando no aniversariante que, quando estudado livre das amarras e preconceitos da religião, revela-se um grande visionário. Um líder transformador, que parecia antever a encrenca que 2000 anos depois nos enfiaríamos. Em tempos de simplicidade voluntária e consumo consciente, não vejo ninguém melhor para seguirmos.

Que este ano, a gente consiga plantar a sementinha de um Natal verdadeiramente Cristão. Um Natal "menos" em tudo o que é material. E "mais" em alegria, risadas, comunhão com aqueles que amamos, divisão e confraternização. Um Natal com menos sobras. Nas lixeiras, na geladeira e nas parcelas do cartão de crédito. Essa é a minha sugestão. Um Feliz Natal para você e para todos nós!

Texto de Tais Vinha


15 comentários:

Meri Pellens disse...

É, Natal sem Jesus pra mim é natal pagão, jamais cristão.
Bejinhos...

Eneida Freire disse...

Ainda não entrei no clima do Natal!
Pena!
Preciso resgatar o meu Natal!
Beijo!

http://tengavolantes.blogspot.com
http://tengacreencia.blogspot.com

Valéria disse...

Oi Soninha!
Que texto maravilhoso você escolheu para postar! Uma mensagem verdadeira com sentimentos que só nos farão vivenciar a paz, o amor e a fraternidade com muirta alegria no coração.Lindo!
beijinhos e tudo de bom!

Palavras disse...

LIndo texto Soninha,

parabéns à autora pelo talento e a você pela escolha...

BJs

Palavras disse...

LIndo texto Soninha,

parabéns à autora pelo talento e a você pela escolha...

BJs

Anne Lieri disse...

Excelente esse texto,Soninha! E temos mesmo que resgatar a velha maneira de comemorar o Natal!Já está uma correria louca esse mes!Bjs,

Cidinha disse...

Olá Sônia. Maravilhoso texto.... profundo exemplo de sabedoria e fé. Chega a nós como uma oração de verdadeiros valores esquecidos pelo consumismo e desperdicio. Esquecendo o verdadeiro sentido do Natal! Obrigada amiga pela partilha. Bjos.

Élys disse...

Um texto lindo, que mostra como deveria ser o verdadeiro Natal. O Natal da fraternidade, da simplicidade, um Natal do verdadeiro Jesus...
Beijos.

Ronaldo Honorio disse...

Belo texto, Sônia, nestes tempos em que o espírito fraternal nos ilumina; quisera que fosse em todas as estações do ano.
Sônia, de fato, o blogger parecer que anda com bugs, porque ora eu eu vejo meus seguidores, ora não... Eu já até troquei meus gadget de textos mais lidos que era do Post Rank porque ele não atualiza mais; está estranho mesmo, embora as estatísticas internas do Blogger estejam perfeitas.

Bjs, Grande e Fraternal Abraço.

Denise disse...

Esse texto é muito significativo, pois infelizmente perdemos o verdadeiro sentido do Natal e nos voltamos ao consumismo. A mídia tem um poder q muitos não percebem. Q Jesus, o aniversariante, esteja sempre em nossos corações. Muita paz!

Malu disse...

Amiga, meu NATAL é todo dia, pois se falam ser o nascimento de JESUS ele nasce em mim a todo instante. Comemoro o NATAL diariamente. Amo está data e sua história aqui deixada, da Taís Vinha, é bela... Abraços e beijinhos...

Vera Lúcia disse...

Olá Soninha,
O texto é muito bonito e a autora se expressou de uma forma bem interessante.
O verdadeiro espírito do Natal precisa acordar em nossos corações, pois está um tanto adormecido pelas atrações materiais.
Que neste Natal possamos celebrar o ANIVERSARIANTE com as honras que lhe são devidas, ou seja, respeitando o seu mandamento maior, que é a LEI DO AMOR.
Beijos.

Vivian disse...

Olá,Soninha!!

Que bela escolha!!!!Precisamos sim, resgatar o verdadeiro sentido de natal, e não só no natal,mas conserva-lo durante o ano todo!!
Beijos querida!!!
Tudo de bom!

wcastanheira disse...

Um texto inteligente, instigante do inicio ao fim, uma beleza de escolha vc mais uma vez foi inteligente e leva seus leitores à meditar, penasr e isso é mto bom, pra vc bjos, bjos e bjossssssssssssssss

Lilá(s) disse...

Muito me inspirou este texto! absorvi muito bem a mensagem.O meu espririto de Natal ainda está ausente, vou abrir-lhe a porta, talvez entre.

Bjs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores de reflexões:

Adolescência (1) Alberto Mantovani Abeche (1) Alexandre Garcia (1) Américo Canhoto (1) Amizade (4) Amor (1) Andrew Matthews (3) Aneli Belluzzo Simões (1) Ano Novo (2) Antônio Mesquita Galvão (1) Aparência (1) Arnaldo Jabor (6) Arthur da Távola (2) Artigos da revista Cláudia (1) Ary Fontoura (1) Autoria desconhecida (28) Bem-estar (4) Brasil (1) Brena Braz (1) Brian Dyson (1) Carla Rojas Braga (1) Carlos Drummond de Andrade (5) Carlos Reinaldo Mendes Ribeiro (1) Carnaval (1) Cecília Meireles (1) Cedidos por amigos (1) Charges (1) Charles Chaplin (5) Chico Buarque (2) Cinema (1) Civilidade (1) Clarice Lispector (5) Corrupção (1) Crônicas (2) Crueldade Humana(?) (1) Dalai Lama (1) Dalmir Sant'Anna (1) Daniel Bruno de Castro Reis (1) Danuza Leão (3) Datas especiais (14) David Coimbra (2) Dia da Criança (1) Dia das Mães (1) Dia do Amigo (1) Dia do Professor (1) Dia dos Pais (2) Dia Internacional da Mulher (1) Diovana Rodrigues (1) Dráuzio Varella (1) E-book do Prof. Marins (1) E-mails (1) Educação (1) Eleições (1) Evandro Amoretti (1) Fabiana Kaodoinski (1) Fabrício Carpinejar (7) Fátima Irene Pinto (1) Fernanda Mello (1) Fernando Pessoa (2) Flávio Gikovate (2) Flávio Tavares (1) Gabi Borin (1) Gilberto Stürmer (1) Halloween (1) Herbert Vianna (1) Herman Melville (1) Impunidade (1) Internet (1) Ivete Sangalo (1) Jornal Zero Hora (1) José Geraldo Martinez (1) José Ronaldo Piza (1) Kahlil Gibran (1) Kledir Ramil (1) L. F. Veríssimo (7) Laerte Russini (1) Léo Lolovitch (2) Letícia Thompson (24) Letra de música (5) Lilian Poesias (1) Lya Luft (4) Magistério (1) Maktub (4) Marcial Salaverry (1) Maria Helena Matarazzo (2) Mário Quintana (2) Martha Medeiros (32) Masaharu Taniguchi (1) Mau-humor (1) Menalton Braff (1) Mensagens (7) Meu aniversário (1) Meus blogs (4) Minha autoria (67) Miriam de Sales Oliveira (1) Motivação (2) Mulher (8) Natal (2) Oliveira Fidelis Filho (1) Oscar Wilde (1) Osho (3) Oswaldo Montenegro (1) Otimismo (1) Páscoa (3) Paulo Coelho (2) Paulo Roberto Gaefke (5) Paulo Sant'Ana (1) Pe. Fábio de Melo (1) Poemas (1) Política (1) Programa Fantástico (1) Promoções (1) Protesto (1) Recebidos por e-mail (10) Redação Momento Espírita (4) Reflexões (21) Reinaldo C. Moscatto (1) RH Andrade Gutierrez (1) Richard Bach (1) Rivalcir Liberato (5) Roberto Shinyashiki (4) Rosana Braga (2) Rosane de Oliveira (1) Rose Mori (1) Saúde (4) Selos (4) Sexo (3) Silvana Duboc (1) Tais Vinha (1) Textos Criativos (1) Textos Psicografados (1) Titãs (1) Tragédias (1) Vida real (5) Vídeo + texto de minha autoria (11) Vídeos (1) Vídeos feitos por mim (1) Vinícius de Moraes (1) Violência (1) Vitor Hugo (1) William Shakespeare (1) YouTube Vídeos (4)

Clique na imagem e...

Conheça meu blog divulgador!