Esta turma costuma refletir bastante!

segunda-feira, 16 de abril de 2012

AMORES VIRTUAIS



No meu tempo, a gente namorava no portão; agora é no portal da internet. Eu acredito no amor à primeira vista, mas acho sempre bom lançar um segundo olhar. Com a internet, entramos numa nova fase de romance que possui suas próprias regras e princípios.

Vejam a estória da minha amiga Patrícia e de um paulista chamado Paulo: ela morava no Itaim; ele, no interior e começaram a escrever reclamando dos políticos, dos impostos e do sistema de saúde.Trocaram alguns e-mails, a coisa foi ficando mais pessoal, a saúde do romance foi melhorando. Por fim, se encontraram num shopping e, ao contrário do que às vezes acontece, a química funcionou; dois meses depois estavam vivendo
juntos. Pensam em se casar em Dezembro. Parece contos de fadas, mas aconteceu realmente.

Segundo as estatísticas, 74% dos americanos são viciados em namoros virtuais e pertencem a vários sites de relacionamentos. E, como tudo que é bom para os EEUU é bom para o Brasil, a moda do “nunca te vi, sempre te amei,”chegou aqui, também, com sucesso.

Se você é das que não acreditam no romance cibernético tente reavaliar seus conceitos. Os nossos pombinhos paulistas me disseram que já estavam apaixonados antes de se encontrarem e me disse ela, vê-lo pessoalmente foi como se ele tivesse acabado de chegar de uma viagem curta e que tinham estado juntos durante toda a vida. Pois este é, sem dúvida, o grande atrativo da rede; você conhece pessoas que seria muito difícil encontrar num barzinho ou no ambiente de trabalho; pessoas oriundas de culturas diferentes e idéias diversas.

Como as salas de bate-papo são geralmente temáticas, é fácil conhecer pessoas com interesses comuns. O cupido eletrônico chega à perfeição de estudar pessoas que sejam compatíveis umas com as outras; nada de atirar flechas ao acaso, como o nosso moleque fazia no meu tempo. Outra vantagem é que a comunicação on-line favorece a franqueza. Tendemos a ser mais honestos, mais íntimos. Apesar de quase nada saber sobre o físico daquela pessoa, conhecemos um pouco do seu interior, de como ela realmente é, o que pensa, como vive.

A atriz Rita Hayworth dizia que seus casamentos não davam certo porque os homens deitavam com Gilda e acordavam com ela; com o namoro virtual isso não acontece graças ao efeito hiperpessoal, pois se comunicar com alguém digitando palavras dá tempo às pessoas de construir respostas. Como estão liberadas da ditadura da aparência física, do timbre de voz e da elegância, elas podem se dar ao luxo de se concentrar no texto, isto é, no essencial.que é invisível para os olhos como ensina “o Pequeno Príncipe”, leitura obrigatória das misses dos sixties.

Sem conhecer fisicamente as pessoas, a gente pode formar impressões mais positivas sobre elas. Pois tudo
o que se vê é a personalidade do parceiro. Também somos inclinados a assumir riscos, porque sempre existe
a possibilidade de desaparecer se a situação fugir do controle; já maridos não podem ser deletados. Alguns
namorados também não, ficam lá torrando nossa paciência, enquanto podem. Sei que pode se mentir on-
line: o moreno arrebatador, musculoso e sarado, pode ser aquele velhinho barrigudo e broxa e a garota de cabelos ruivos e seios à La Sofia Loren, pode, na verdade ser uma bruxa, gorda e malfeita. -Ah,és tu ! Eras tão mais bonito no computador!

Seu amado imortal também pode estar jogando seu charme para outras e até, por comodismo, aproveitar as
mesmas frases com que galanteou antes, para cantar você e, às vezes, troca teu nome. Aí tá na hora de deletar o D.Juan, sem pena, nem remorsos. O sujeitinho vai “levar tábua”, como se dizia no meu tempo.

Então,o que acontece quando os amantes de Verona, digo, do PC, finalmente se encontram cara a cara?
Se o namoro decolar, em muitos casos fica a amizade, pois, conhecer uma pessoa ”pelo avesso”pode ser até preferível a conhecê-lo pelo direito. Um dos problemas do efeito hiperpessoal é estimula imaginação, causando frustrações no futuro; você preenche as lacunas das informações que lhe faltam com aquilo que gostaria de acreditar; mas o namoro à antiga também não era assim?! O príncipe não virava sapo?

O romance cibernético pode não dar certo; mas,com certeza, vai abrir seus horizontes e tornar sua vida mais
instigante.


Miriam de Sales Oliveira


Agradeço à amiga Miriam pela generosidade de disponibilizar seu texto para o blog.


11 comentários:

Toninhobira disse...

Ler e reler a Miriam é um prazer Soninha, tenhos os livros dela que li de um fogo só.Este olhara sobre o cotidiano é uma marca dela.
Parabens a voce pela escolha.
Um abraço baianeiro carinhoso pra voces.
Bjos.

marciagrega disse...

Uma ótima escolha Soninha. A Miriam é uma mulher antenada e fala com maestria sobre o assunto! Gostei!

Beijos Sonia e Mirian!

Cidinha disse...

Olá, Soninha. Amei!rsrsrs. Perfeito! Parabéns a Miriam. Gostei muito! Olha por aqui tem um caso assim. Um mineiro e uma paulista! Está dando certo. Vou pensar mais sobre o assunto! Bjos e ótima semana.

ELAINE disse...

Simplesmente sensacional! Adorei! Muito bem escrito e colocado de uma maneira bem humorada! Parabéns a você, Soninha, que escolheu o texto! E parabéns à autora, que escreveu esta preciosidade! Excelente terça-feira! Abraço carinhoso!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Patrícia Pinna disse...

Bom dia, Soninha. Eu adorei o texto, muito bem desenvolvido, e a temática muito interessante.
Realmente, quando damos mais importância para a essência, tudo fica mais nobre dentro de nós, até a sinceridade que construimos.
Acredito que possa haver amor real no mundo virtual, pois as pessoas trocam, e essa troca aprofunda-se com o interesse despertado.
Infelizmente há o aspecto negativo citado, e eu concordo mesmo que exista tanto no virtual, como pessoalmente.
As pessoas são o que são, e muitas vezes mascaram sentimentos, e isso é o que prejudica toda e qualquer relação.
Desejo que esse casal do texto seja muito feliz, e aproveitemos para estreitar os nossos laços de amizade, ainda que nunca tenhamos nos encontrado, pois alento não precisa de ver alguém para dar!
Um beijo, e tenha uma excelente semana!
Parabés pela sensibilidade da escolha, e à Mirian pelo texto esclarecedor!

✿ chica disse...

Adoro a Miriam e seus escritos.Essa baianinha é danadinha de querida!!! beijos às duas!chica

BRISA disse...

QUERIDA AMIGA
MUITO BOM O TEXTO.
DESEJO FELICIDADE PARA ESTA PESSOA.SOU DAS ANTIGAS GOSTO DE CONTATO DE OLHO NO OLHO . MAIS TORÇO QUE DE CERTO. ENFIM PASSANDO PARA TE DESEJAR UMA FELIZ QUARTA FEIRA.
COM CARINO
BRISA

Santa Cruz disse...

SOninha: lindo texto de miriam adorei beijinhos para as duas Princesas.
Santa Cruz

Anne Lieri disse...

Eu adoro o jeito da Miriam escrever!Um texto muito interessante e tem tudo a ver comigo tb!Bjs,

Celina disse...

OI Soninha bom dia, gostei muito do texto, boa escolha, para fazer amigos a internete é ótima, e a turma que quer mais do que amizade é só ter cuidado para não se dar mal. um abraço e muitas saudades de vc Celina

ONG ALERTA disse...

Excelente, boa semana beijo Lisette.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores de reflexões:

Adolescência (1) Alberto Mantovani Abeche (1) Alexandre Garcia (1) Américo Canhoto (1) Amizade (4) Amor (1) Andrew Matthews (3) Aneli Belluzzo Simões (1) Ano Novo (2) Antônio Mesquita Galvão (1) Aparência (1) Arnaldo Jabor (6) Arthur da Távola (2) Artigos da revista Cláudia (1) Ary Fontoura (1) Autoria desconhecida (28) Bem-estar (4) Brasil (1) Brena Braz (1) Brian Dyson (1) Carla Rojas Braga (1) Carlos Drummond de Andrade (5) Carlos Reinaldo Mendes Ribeiro (1) Carnaval (1) Cecília Meireles (1) Cedidos por amigos (1) Charges (1) Charles Chaplin (5) Chico Buarque (2) Cinema (1) Civilidade (1) Clarice Lispector (5) Corrupção (1) Crônicas (2) Crueldade Humana(?) (1) Dalai Lama (1) Dalmir Sant'Anna (1) Daniel Bruno de Castro Reis (1) Danuza Leão (3) Datas especiais (14) David Coimbra (2) Dia da Criança (1) Dia das Mães (1) Dia do Amigo (1) Dia do Professor (1) Dia dos Pais (2) Dia Internacional da Mulher (1) Diovana Rodrigues (1) Dráuzio Varella (1) E-book do Prof. Marins (1) E-mails (1) Educação (1) Eleições (1) Evandro Amoretti (1) Fabiana Kaodoinski (1) Fabrício Carpinejar (7) Fátima Irene Pinto (1) Fernanda Mello (1) Fernando Pessoa (2) Flávio Gikovate (2) Flávio Tavares (1) Gabi Borin (1) Gilberto Stürmer (1) Halloween (1) Herbert Vianna (1) Herman Melville (1) Impunidade (1) Internet (1) Ivete Sangalo (1) Jornal Zero Hora (1) José Geraldo Martinez (1) José Ronaldo Piza (1) Kahlil Gibran (1) Kledir Ramil (1) L. F. Veríssimo (7) Laerte Russini (1) Léo Lolovitch (2) Letícia Thompson (24) Letra de música (5) Lilian Poesias (1) Lya Luft (4) Magistério (1) Maktub (4) Marcial Salaverry (1) Maria Helena Matarazzo (2) Mário Quintana (2) Martha Medeiros (32) Masaharu Taniguchi (1) Mau-humor (1) Menalton Braff (1) Mensagens (7) Meu aniversário (1) Meus blogs (4) Minha autoria (67) Miriam de Sales Oliveira (1) Motivação (2) Mulher (8) Natal (2) Oliveira Fidelis Filho (1) Oscar Wilde (1) Osho (3) Oswaldo Montenegro (1) Otimismo (1) Páscoa (3) Paulo Coelho (2) Paulo Roberto Gaefke (5) Paulo Sant'Ana (1) Pe. Fábio de Melo (1) Poemas (1) Política (1) Programa Fantástico (1) Promoções (1) Protesto (1) Recebidos por e-mail (10) Redação Momento Espírita (4) Reflexões (21) Reinaldo C. Moscatto (1) RH Andrade Gutierrez (1) Richard Bach (1) Rivalcir Liberato (5) Roberto Shinyashiki (4) Rosana Braga (2) Rosane de Oliveira (1) Rose Mori (1) Saúde (4) Selos (4) Sexo (3) Silvana Duboc (1) Tais Vinha (1) Textos Criativos (1) Textos Psicografados (1) Titãs (1) Tragédias (1) Vida real (5) Vídeo + texto de minha autoria (11) Vídeos (1) Vídeos feitos por mim (1) Vinícius de Moraes (1) Violência (1) Vitor Hugo (1) William Shakespeare (1) YouTube Vídeos (4)

Clique na imagem e...

Conheça meu blog divulgador!