Esta turma costuma refletir bastante!

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Refletindo com Ary Fontoura


"Mea culpa!
Ao saber do apertado resultado da eleição e ouvir o discurso da Presidente, cercada do seu “staff passado, presente e futuro”, achei que o cenário preparado para esta explanação estava mal ajeitado. A claque, muito agitada e histérica, impedindo que os acordes finais da voz de Dilma pudessem ser ouvidos, aplaudindo freneticamente o Lula que lá estava feito papagaio de pirata, lambendo a cria e sonhando com a transposição do São Francisco, e viajando no Trem Bala que a comadre Dilma, depois que esteve na Disney, inventou. E lá estava ele, sem saber pra onde ia, o que fazia e o que sabia.
Dilma devia ter limpado o espaço e ficado sozinha no apelo que fez a outra metade da população que nela não votou, prometendo coibir a corrupção; prometendo fazer mudanças que a sociedade clama, para reformar a política. Enfim, tudo que já prometeu e não fez! Devia dizer que agora sua governança não estava mais designada ao partido, apenas para manter o Lula sempre presente, mas, sim, para governar como nunca fez!
Eu deveria ficar profundamente triste com a vitória da Dilma e a derrota do Aécio, meu candidato. Eu que nesta página apregoei mudanças, que achava que deveriam ser feitas, fui vítima como a maioria dos brasileiros que pagam impostos. Fui vítima do prestigio involuntário que dei ao programa eleitoreiro do Bolsa Família, pagando religiosamente os impostos a mim atribuídos, ousando lhes dizer que podem consultar minhas declarações de imposto sobre a renda e constatar que tudo o que possuo está lá declarado; que tudo o que tenho é descontado de mim além da minha própria renda. E lhes faço uma pergunta: Será que o Presidente Lula, e muitos outros políticos, e muitos outros eleitores, podem fazer o mesmo? Vivemos no País do jeitinho, do levar vantagem em tudo. Mas eu posso! Tudo o que ganhei e ganho está lá declarado como fruto do meu trabalho. Pago quatro meses de impostos por ano pro Governo se apossar e fazer assistencialismo às minhas custas. Sou contra a perenização do Bolsa Família. Deveria ser emergencial, jamais permanente. Ele mata a fome e escraviza! Usa a ignorância do povo e o prende numa armadilha desonesta.
Por isso, nem eu nem os que pagam impostos neste país temos o direito de chorar a derrota do Aécio. Temos que chorar pela nossa inoperância, pelo descuido de sermos honestos; de patrocinar esta fissura petista de manter o poder por vinte ou mais anos; da manutenção deste mar de lama que dia a dia cresce mais; de manter os ignorantes como boi a caminho do corte.
Hoje não é um dia de luto, é um dia de reflexão. Até que ponto vale a pena ser honesto? Até que ponto vale a pena ser brasileiro, ter esperanças?
E, para finalizar, como nas novelas, nossas velhas companheiras, quero lhes dizer que emoções mais fortes ainda estão por acontecer no capítulo de amanhã. Uma delas será quando o povo, personagem principal do folhetim, descobrir que vive a jornada de um imbecil, até o entendimento."


Texto do ator Ary Fontoura publicado no Facebook.



 

4 comentários:

Sônia Silvino (CRAZY ABOUT BLOGS) disse...



POR QUE EU "RESPEITO" O PT?

A festa da Dilma & Cia deve ter tido um sabor amargo e/ou azedo por ter ficado tão claro que a metade do Brasil não apoia seus desgovernos. Mas o PT vai fazer de conta que "não é bem assim", que a "mídia é golpista" e que a oposição é "elitista".
Já notaram que eles têm frases prontas e ensaiadas? Será que fazem curso de treinamento com apostilas, hipnose, robótica... É possível!
E o pior: apontam os defeitos dos outros facilmente, reforçam e destacam ideias de pouca importância para desviar a atenção do povo dos seus desmandos. São donos da verdade, mas ignoram que sabemos dos seus crimes contra toda a nação. Bem típico do PT.
Parte da população do Brasil está anestesiada (ou seria lavagem cerebral como acontece em algumas seitas?), mas o efeito da anestesia passa. Parte concorda e defende o PT, pois convém: festival de bolsas eleitoreiras, entre outras coisas. E parte é desinformada e alienada mesmo.
Votei em Aécio por falta de opção. Não sou do PSDB e de nenhum outro partido. Votei contra o PT: o partido mais mentiroso, mais dissimulado, mais enganador e mais corrupto de toda a história do Brasil. Nunca antes na história desse país (Ops, já ouvi isso de alguém: acho que foi do Pinóchio!), um partido mentiu tanto enquanto era oposição e, ao conseguir o poder, mostrou tanta podridão. Rasgou o seu plano de governo ensaiado e repetido com bravatas enquanto era oposição. Era o partido mais crítico, com belos discursos e dizia ter grande disposição para tornar o Brasil um país melhor. Balela!!!! Bla, blá, blás!!! Tudo mentira para alcançar o poder!
A grande transformação começou com o próprio Lulla que só chegou ao poder por causa dos seus conchavos, acordos e vários "toma-lá-dá-cá"! Nas suas tentativas de vencer para presidente que não se concretizavam nunca, começamos a conhecer a verdadeira essência do Lulla e do PT: igual ou pior que os outros! Tudo farinha do mesmo saco mofado e mal cheiroso. Mas o PT não era diferente, o melhor e o "salvador" da pátria amada? #SóQueNão O Sarney, o Collor, o Maluf, entre outros, passaram a ser seus melhores amigos de infância. Irmãos gêmeos de alma separados na filiação dos partidos.
Quando o PT era oposição, dizia que o governo não fazia o que devia por não ter vontade política. O PT na situação há doze, DOOOOOZE anos continua prometendo que vai fazer e que precisa de mais tempo. Hein???
Quem não tem competência para governar com dignidade e com ética e realmente pelo povo com justiça social (salários dignos e não esmolas que incentivam o parasitismo), pode ficar séculos no poder que o povo vai se ferrar sempre. Mas tem gente que gosta. E todos padecem juntos.
E não me venham com outra frase pronta: "Aceita que dói menos!" Isso é para masoquistas, conformistas e/ou alienados!
E o Tarso Genro aqui no RS que, em entrevista ao programa Balanço Geral da Record, quando questionado sobre o piso salarial que ele ajudou a criar e que não cumpriu, disse que, se a verba do pré-sal for antecipada ao estado, ele paga o piso. É só pressionar o governo federal. Acreditam nisso? Eu ouvi. Ninguém me contou. Quase vomitei na TV. Desculpem...
Vai doer mais quatro anos em TODO o povo brasileiro. Mas é só uma questão de tempo! Faltou pouco! Nós, os inconformados, estaremos mais fortalecidos ainda na próxima. Corremos o grande risco do "Bicho-papão barbudo" querer voltar pois o que eles querem é ficar para sempre no poder se achando os verdadeiros donos do Brasil. Só que Brasil é do povo brasileiro! A escriturada lavrada em cartório tem os nossos nomes.
Política, religião e futebol se discute sim! Se não discutíssemos, estaríamos morando em cavernas ainda. Se bem que aí não teriam inventado o PT... Hummmm, mas isso é assunto para outro texto.

Grata pela atenção!

ELAINE disse...

Boa tarde, Sonia querida! Muito pertinentes as considerações do Ary! No entnto, me abstenho de comentar sobre política. Sou apolítica. Nunca me filiei ou torci por algum partido e pretendo continuar assim. Obrigada pelo carinho, Soninha linda! Tenha uma semana repleta de luz e alegrias! Beijinho carinhoso!
Elaine Averbuch

LUCONI MARCIA MARIA disse...

Aplausos ao Ary a quem muito admiro, falar o que Soninha? Agora é seguir em frente, pena estava com esperanças eu e metade da país,obrigada por trazer a crônica do Ary para cá, bjos Luconi

Wanderley Elian Lima disse...

Concordo plenamente com você. Aécio também foi o meu candidato e confesso que até hoje estou muito triste com resultado. Aguardo as mudanças que não foram feitas em 12 anos. Sou brasileiro e não desisto nunca.
Bjux

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores de reflexões:

Adolescência (1) Alberto Mantovani Abeche (1) Alexandre Garcia (1) Américo Canhoto (1) Amizade (4) Amor (1) Andrew Matthews (3) Aneli Belluzzo Simões (1) Ano Novo (2) Antônio Mesquita Galvão (1) Aparência (1) Arnaldo Jabor (6) Arthur da Távola (2) Artigos da revista Cláudia (1) Ary Fontoura (1) Autoria desconhecida (28) Bem-estar (4) Brasil (1) Brena Braz (1) Brian Dyson (1) Carla Rojas Braga (1) Carlos Drummond de Andrade (5) Carlos Reinaldo Mendes Ribeiro (1) Carnaval (1) Cecília Meireles (1) Cedidos por amigos (1) Charges (1) Charles Chaplin (5) Chico Buarque (2) Cinema (1) Civilidade (1) Clarice Lispector (5) Corrupção (1) Crônicas (2) Crueldade Humana(?) (1) Dalai Lama (1) Dalmir Sant'Anna (1) Daniel Bruno de Castro Reis (1) Danuza Leão (3) Datas especiais (14) David Coimbra (2) Dia da Criança (1) Dia das Mães (1) Dia do Amigo (1) Dia do Professor (1) Dia dos Pais (2) Dia Internacional da Mulher (1) Diovana Rodrigues (1) Dráuzio Varella (1) E-book do Prof. Marins (1) E-mails (1) Educação (1) Eleições (1) Evandro Amoretti (1) Fabiana Kaodoinski (1) Fabrício Carpinejar (7) Fátima Irene Pinto (1) Fernanda Mello (1) Fernando Pessoa (2) Flávio Gikovate (2) Flávio Tavares (1) Gabi Borin (1) Gilberto Stürmer (1) Halloween (1) Herbert Vianna (1) Herman Melville (1) Impunidade (1) Internet (1) Ivete Sangalo (1) Jornal Zero Hora (1) José Geraldo Martinez (1) José Ronaldo Piza (1) Kahlil Gibran (1) Kledir Ramil (1) L. F. Veríssimo (7) Laerte Russini (1) Léo Lolovitch (2) Letícia Thompson (24) Letra de música (5) Lilian Poesias (1) Lya Luft (4) Magistério (1) Maktub (4) Marcial Salaverry (1) Maria Helena Matarazzo (2) Mário Quintana (2) Martha Medeiros (32) Masaharu Taniguchi (1) Mau-humor (1) Menalton Braff (1) Mensagens (7) Meu aniversário (1) Meus blogs (4) Minha autoria (67) Miriam de Sales Oliveira (1) Motivação (2) Mulher (8) Natal (2) Oliveira Fidelis Filho (1) Oscar Wilde (1) Osho (3) Oswaldo Montenegro (1) Otimismo (1) Páscoa (3) Paulo Coelho (2) Paulo Roberto Gaefke (5) Paulo Sant'Ana (1) Pe. Fábio de Melo (1) Poemas (1) Política (1) Programa Fantástico (1) Promoções (1) Protesto (1) Recebidos por e-mail (10) Redação Momento Espírita (4) Reflexões (21) Reinaldo C. Moscatto (1) RH Andrade Gutierrez (1) Richard Bach (1) Rivalcir Liberato (5) Roberto Shinyashiki (4) Rosana Braga (2) Rosane de Oliveira (1) Rose Mori (1) Saúde (4) Selos (4) Sexo (3) Silvana Duboc (1) Tais Vinha (1) Textos Criativos (1) Textos Psicografados (1) Titãs (1) Tragédias (1) Vida real (5) Vídeo + texto de minha autoria (11) Vídeos (1) Vídeos feitos por mim (1) Vinícius de Moraes (1) Violência (1) Vitor Hugo (1) William Shakespeare (1) YouTube Vídeos (4)

Clique na imagem e...

Conheça meu blog divulgador!