Esta turma costuma refletir bastante!

segunda-feira, 17 de maio de 2010

SAUDADES...

Posted by Picasa
Sinto saudades de tudo que marcou a minha vida.
Quando vejo retratos, quando sinto cheiros,
quando escuto uma voz, quando me lembro do passado,
eu sinto saudades...

Sinto saudades de amigos que nunca mais vi,
de pessoas com quem não mais falei ou cruzei...

Sinto saudades da minha infância,
do meu primeiro amor, do meu segundo, do terceiro,
do penúltimo e daqueles que ainda vou ter, se Deus quiser...

Sinto saudades do presente,
que não aproveitei de todo,
lembrando do passado
e apostando no futuro...

Sinto saudades do futuro,
que se idealizado,
provavelmente não será do jeito que eu penso que vai ser...

Sinto saudades de quem me deixou e de quem eu deixei!
De quem disse que viria
e nem apareceu;
de quem apareceu correndo,
sem me conhecer direito,
de quem nunca vou ter a oportunidade de conhecer.

Sinto saudades dos que se foram e de quem não me despedi direito!

Daqueles que não tiveram
como me dizer adeus;
de gente que passou na calçada contrária da minha vida
e que só enxerguei de vislumbre!

Sinto saudades de coisas que tive
e de outras que não tive
mas quis muito ter!

Sinto saudades de coisas
que nem sei se existiram.

Sinto saudades de coisas sérias,
de coisas hilariantes,
de casos, de experiências...

Sinto saudades do cachorrinho que eu tive um dia
e que me amava fielmente, como só os cães são capazes de fazer!

Sinto saudades dos livros que li e que me fizeram viajar!

Sinto saudades dos discos que ouvi e que me fizeram sonhar,

Sinto saudades das coisas que vivi
e das que deixei passar,
sem curtir na totalidade.

Quantas vezes tenho vontade de encontrar não sei o que...
não sei onde...
para resgatar alguma coisa que nem sei o que é e nem onde perdi...

Vejo o mundo girando e penso que poderia estar sentindo saudades
Em japonês, em russo,
em italiano, em inglês...
mas que minha saudade,
por eu ter nascido no Brasil,
só fala português, embora, lá no fundo, possa ser poliglota.

Aliás, dizem que costuma-se usar sempre a língua pátria,
espontaneamente quando
estamos desesperados...
para contar dinheiro... fazer amor...
declarar sentimentos fortes...
seja lá em que lugar do mundo estejamos.

Eu acredito que um simples
"I miss you"
ou seja lá
como possamos traduzir saudade em outra língua,
nunca terá a mesma força e significado da nossa palavrinha.

Talvez não exprima corretamente
a imensa falta
que sentimos de coisas
ou pessoas queridas.

E é por isso que eu tenho mais saudades...
Porque encontrei uma palavra
para usar todas as vezes
em que sinto este aperto no peito,
meio nostálgico, meio gostoso,
mas que funciona melhor
do que um sinal vital
quando se quer falar de vida
e de sentimentos.

Ela é a prova inequívoca
de que somos sensíveis!
De que amamos muito
o que tivemos
e lamentamos as coisas boas
que perdemos ao longo da nossa existência...

Clarice Lispector

18 comentários:

Chica disse...

Clarice é sempre maravilhosa! um beijo,chica

ONG ALERTA disse...

Saudade uma palavra forte que precisamos aprender a conviver com ela...paz.
Beijo Lisette.

Xixo e Pepi disse...

Olá amiga,
Também tenho muitas saudades...mas
Lindo texto
Beijinhos
Verena

Jose Goncalves disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
MRVADAZ disse...

Oi amiga,

Adoro as tuas reflexões. Estes dias estive um pouco afastado por causa dos trabalhos da faculdade.

Fiquei muito comovido com este texto, quando pego as minhas fotografias sinto uma saudade tremenda da minha querida Cabo Verde. Fico a pensar nas coisas que deixei para trás, amigos, casa, colegas e tudo da minha aldeia.

Beijinhs e uma óptima semana!

legalmente loira... disse...

oi sônia,
amiga que lindas palavras no recado do blog.
agradeço de coração.
eu também tenho tantas saudades
que não posso enumera-las.
lindo post.
otima semana com bjos.

Anne Lieri disse...

Soninha,quanta saudade a Clarice lembrou nesse texto poético!Muito lindo!Bjs,

Rosana disse...

Olá linda amiga, sabe do que mais sinto saudade? Daquilo que ainda não vivi... louco isso e da infância do meu filho inevitavelmente, beijos em seu coração, amiga, postei um meme e ofereci a vc, se quiser, traga-o para seu cantinho.

Rosana Morena!

Juliana Sphynx disse...

Saudade é coisa que dói e muitas vezes não pode ser resolvida...
=(

AFRICA EM POESIA disse...

Sonia
Gostei do Poema
Não conhecia a poetisa
Um beijo

CORAÇÃO VERDE


Peguei no meu coração
E tentei que se fechasse...
Peguei numa chave brilhante...
E tentei que ele não sofresse...


Mas o meu coração é mole...
O meu coração é Verde
E está cheio de Esperança...
E também de boa fé...


E acredita... que aqui...
Não precisa de chave
E vai continuar a ser Verde...
Porque o verde da esperança...
Mistura-se com o
Vermelho do sangue

LILI LARANJO

ONG ALERTA disse...

Saudade é quando aperta o coração, paz.
Beijo Lisette.

Mariana disse...

Eu tenho saudades de tantas coisas, mas quem não tem, a saudade pode ser doce, mas ela pode ser cruel.

Antonio Campos disse...

Boa tarde minha amiga lendo Clarice agora eu vi o que ela diz é tudo que eu sinto e não sabia dizer. Grande abraço boa semana.

Luna Sanchez disse...

Nessa semana, também estamos falando em saudades, lá no Céu, flor. E hoje, eu falo em saudades do que ainda não vivemos.

Assunto bom, esse, hein? ^^

Beijo, beijo.

ℓυηα

Priscila Rodrigues disse...

Oi, anjo..

Vim olhar as novidades e agradecer seu e-mail.. Estou bem melhor hoje (porém, ainda, insana.. Rs), obrigada. =)

Nesse post você leu meus pensamentos, eu também sinto o cheio da saudade, daqueles tempos.. rs. Tem dias que a todo momento.

Até já escrevi algo parecido, quem sabe um dia publico.. rs.

Fica com Deus, querida.

Vou votar em você ;)

Beijos.

Bia Maia disse...

Para não sentirmos tantas saudades assim, por que não procurarmos tudo o que nos dá esta saudade imensa novamente????

beijos com muito carinho,

Bia

Amor feito Poesia disse...

Renova-te.
Renasce em ti mesmo.
Multiplica os teus olhos, para verem mais.
Multiplica-se os teus braços para semeares tudo.
Destrói os olhos que tiverem visto.
Cria outros, para as visões novas.
Destrói os braços que tiverem semeado,
Para se esquecerem de colher.
Sê sempre o mesmo.
Sempre outro. Mas sempre alto.
Sempre longe.
E dentro de tudo.

Cecília Meireles

Beijos poéticos e perfumados neste final de noite! M@ria

ONG ALERTA disse...

O passado é história para o futuro...paz
Beijo Lisette

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores de reflexões:

Adolescência (1) Alberto Mantovani Abeche (1) Alexandre Garcia (1) Américo Canhoto (1) Amizade (4) Amor (1) Andrew Matthews (3) Aneli Belluzzo Simões (1) Ano Novo (2) Antônio Mesquita Galvão (1) Aparência (1) Arnaldo Jabor (6) Arthur da Távola (2) Artigos da revista Cláudia (1) Ary Fontoura (1) Autoria desconhecida (28) Bem-estar (4) Brasil (1) Brena Braz (1) Brian Dyson (1) Carla Rojas Braga (1) Carlos Drummond de Andrade (5) Carlos Reinaldo Mendes Ribeiro (1) Carnaval (1) Cecília Meireles (1) Cedidos por amigos (1) Charges (1) Charles Chaplin (5) Chico Buarque (2) Cinema (1) Civilidade (1) Clarice Lispector (5) Corrupção (1) Crônicas (2) Crueldade Humana(?) (1) Dalai Lama (1) Dalmir Sant'Anna (1) Daniel Bruno de Castro Reis (1) Danuza Leão (3) Datas especiais (14) David Coimbra (2) Dia da Criança (1) Dia das Mães (1) Dia do Amigo (1) Dia do Professor (1) Dia dos Pais (2) Dia Internacional da Mulher (1) Diovana Rodrigues (1) Dráuzio Varella (1) E-book do Prof. Marins (1) E-mails (1) Educação (1) Eleições (1) Evandro Amoretti (1) Fabiana Kaodoinski (1) Fabrício Carpinejar (7) Fátima Irene Pinto (1) Fernanda Mello (1) Fernando Pessoa (2) Flávio Gikovate (2) Flávio Tavares (1) Gabi Borin (1) Gilberto Stürmer (1) Halloween (1) Herbert Vianna (1) Herman Melville (1) Impunidade (1) Internet (1) Ivete Sangalo (1) Jornal Zero Hora (1) José Geraldo Martinez (1) José Ronaldo Piza (1) Kahlil Gibran (1) Kledir Ramil (1) L. F. Veríssimo (7) Laerte Russini (1) Léo Lolovitch (2) Letícia Thompson (24) Letra de música (5) Lilian Poesias (1) Lya Luft (4) Magistério (1) Maktub (4) Marcial Salaverry (1) Maria Helena Matarazzo (2) Mário Quintana (2) Martha Medeiros (32) Masaharu Taniguchi (1) Mau-humor (1) Menalton Braff (1) Mensagens (7) Meu aniversário (1) Meus blogs (4) Minha autoria (67) Miriam de Sales Oliveira (1) Motivação (2) Mulher (8) Natal (2) Oliveira Fidelis Filho (1) Oscar Wilde (1) Osho (3) Oswaldo Montenegro (1) Otimismo (1) Páscoa (3) Paulo Coelho (2) Paulo Roberto Gaefke (5) Paulo Sant'Ana (1) Pe. Fábio de Melo (1) Poemas (1) Política (1) Programa Fantástico (1) Promoções (1) Protesto (1) Recebidos por e-mail (10) Redação Momento Espírita (4) Reflexões (21) Reinaldo C. Moscatto (1) RH Andrade Gutierrez (1) Richard Bach (1) Rivalcir Liberato (5) Roberto Shinyashiki (4) Rosana Braga (2) Rosane de Oliveira (1) Rose Mori (1) Saúde (4) Selos (4) Sexo (3) Silvana Duboc (1) Tais Vinha (1) Textos Criativos (1) Textos Psicografados (1) Titãs (1) Tragédias (1) Vida real (5) Vídeo + texto de minha autoria (11) Vídeos (1) Vídeos feitos por mim (1) Vinícius de Moraes (1) Violência (1) Vitor Hugo (1) William Shakespeare (1) YouTube Vídeos (4)

Clique na imagem e...

Conheça meu blog divulgador!