Esta turma costuma refletir bastante!

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

A Internet e a Juventude


ANTÔNIO MESQUITA GALVÃO*

Há cerca de 20 anos, era moderno dizer que se tinha "endereço eletrônico" ou trocar essa informação com amigos, namoradas etc. Isto hoje, em face do progresso, é coisa superada, em face das inovações tecnológicas que a cada dia nos surpreendem com avanços antes impensáveis.
No Brasil, temos um ponderável número das chamadas "redes sociais", onde podemos destacar Orkut, Facebook, Twitter, Linkedin e outras. Em oposição aos problemas que essa exacerbação provoca, salienta-se a velocidade da circulação das notícias. O que vamos ler no jornal de amanhã ou assistir no telejornal da noite é possível tomar conhecimento online, quase na hora que ocorreu o fato. Correm as notícias, mas não raro fofocas, calúnias e informações distorcidas. Essa facilidade de comunicação ajuda, mas serve para disseminar racismo, pornografia, violência e outros crimes.
Antes eram os celulares. Quando surgiram, eram um xodó! Hoje, o que menos se usa é o telefone, pois a gama de ofertas tecnológicas (inclusive como máquina de fotografia digital) faz com que as pessoas, a partir de crianças de pouca idade, passem o dia inteiro com ele nas mãos, descobrindo coisas. Tive uma empregada que tinha dois aparelhos, com quatro chips e atendia em média umas 10 ligações por dia. Ela fazia faxina com uma mão e segurava o celular com a outra. O fato é que o celular e a internet se tornaram hoje um apêndice das pessoas, especialmente dos jovens. É raro quem não os tenha. É indiscutível que os celulares modernos, de última geração, são objetos de utilidade, mas em muitos casos se tornaram motivo de ostentação e estão virando uma paranoia.
Vi, em um consultório médico, enquanto a senhora fazia a ficha com a atendente, as duas filhas digitavam seus aparelhinhos, buscando aquela "comunicação com o mundo" que o fabricante apregoa. Quatro rapazes estavam na praia, sentados em suas cadeirinhas, com os celulares da mão, fones ao ouvido: davam mais atenção ao que passava na tela do que à paisagem e às meninas que desfilavam pela orla.
É comum ver, em lugares públicos, pessoas conectadas, através de celulares, laptops e tablets. Há dificuldades na comunicação com amigos e parentes, mas ela ocorre com os parceiros da web. Os professores têm dificuldade em fazer com que os jovens troquem seus celulares pelo conteúdo das matérias. Há pais que se queixam de que a garotada não abre mão dessa tecnologia nem na hora das refeições. No Brasil há 2,5 celulares por pessoa. Isso proporciona uma comunicação incrível com o mundo virtual.

*Filósofo e doutor em Teologia Moral



6 comentários:

Mauro S disse...

Oi Sônia, vi o chamado do post no e-mail, li um pouco, e pulei o resto, pela fonte utilizada apenas, mas apesar da rede social e das mídias existentes hoje, móveis, como smartphones e tablets, acho e sempre acharei, ao meu ver, que o e-mail continuará para sempre, e que seja assim, e como uso este meio.
Cheguei até a fazer um post um tempo atrás sobre o e-mail e as outras formas de contato, mas já naquele post falei da importância do e-mail.
Hoje não me vejo sem ele.
Beijos, Mauro

✿ chica disse...

Lindo e ótimo texto.Fala de verdades! Tem adolescente que se comunica com os amigos dentro da casa pela internet...Pode?rs beijos,chica

Miriam de Sales Oliveira disse...

Amiga querida o texto é atual e procedente;mas,como escritora - viajante,(rsss) vejo ainda,muito interesse dos nossos jovens pelos livros impressos.Na minha última palestra - acredite - vi jovens brigando p/ ter os livros que eu sorteava.
Isso é muito bom.
Como eu sempre digo ,internet é igual eletricidade,tanto ilumina como mata.
É preciso saber usar.
mil bjks
PS: voltei meus blogs ao modelo antigo;o novo blogger estava dando muito problema.

Cidinha disse...

Olá, Soninha. Parabéns pelo texto! Tudo isso é real. Até que ponto é bom? Passou além de ultilidade, virou vício. Querida desejo um feliz fim de semana e final de feriado. Obrigada pelo carinho sempre! Olha: Passei pelo flores e pensamento e adorei. Más não consegui deixar comentários! Beijinhos.

Anne Lieri disse...

Sonia,uma cronica ótima e verdadeira!Falamos nisso hoje aqui em casa!As pessoas estão lado a lado e cada um com seu celular,não conversam entre si...males da civilização!bjs,

Drica disse...

Oi Soninha,eu gostei do texto.É a tecnologia batendo a nossa porta.Só acho que devemos monitorar os nossos filhos e a nós mesmos para que possamos acessar coisas que realmente venha a nos acrescentar algo positivo.Não sou a favor do exagero de algumas pessoas na utilização da rede.Tudo que fazemos tem que estar em equilibrio.
Um abraço

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Marcadores de reflexões:

Adolescência (1) Alberto Mantovani Abeche (1) Alexandre Garcia (1) Américo Canhoto (1) Amizade (4) Amor (1) Andrew Matthews (3) Aneli Belluzzo Simões (1) Ano Novo (2) Antônio Mesquita Galvão (1) Aparência (1) Arnaldo Jabor (6) Arthur da Távola (2) Artigos da revista Cláudia (1) Ary Fontoura (1) Autoria desconhecida (28) Bem-estar (4) Brasil (1) Brena Braz (1) Brian Dyson (1) Carla Rojas Braga (1) Carlos Drummond de Andrade (5) Carlos Reinaldo Mendes Ribeiro (1) Carnaval (1) Cecília Meireles (1) Cedidos por amigos (1) Charges (1) Charles Chaplin (5) Chico Buarque (2) Cinema (1) Civilidade (1) Clarice Lispector (5) Corrupção (1) Crônicas (2) Crueldade Humana(?) (1) Dalai Lama (1) Dalmir Sant'Anna (1) Daniel Bruno de Castro Reis (1) Danuza Leão (3) Datas especiais (14) David Coimbra (2) Dia da Criança (1) Dia das Mães (1) Dia do Amigo (1) Dia do Professor (1) Dia dos Pais (2) Dia Internacional da Mulher (1) Diovana Rodrigues (1) Dráuzio Varella (1) E-book do Prof. Marins (1) E-mails (1) Educação (1) Eleições (1) Evandro Amoretti (1) Fabiana Kaodoinski (1) Fabrício Carpinejar (7) Fátima Irene Pinto (1) Fernanda Mello (1) Fernando Pessoa (2) Flávio Gikovate (2) Flávio Tavares (1) Gabi Borin (1) Gilberto Stürmer (1) Halloween (1) Herbert Vianna (1) Herman Melville (1) Impunidade (1) Internet (1) Ivete Sangalo (1) Jornal Zero Hora (1) José Geraldo Martinez (1) José Ronaldo Piza (1) Kahlil Gibran (1) Kledir Ramil (1) L. F. Veríssimo (7) Laerte Russini (1) Léo Lolovitch (2) Letícia Thompson (24) Letra de música (5) Lilian Poesias (1) Lya Luft (4) Magistério (1) Maktub (4) Marcial Salaverry (1) Maria Helena Matarazzo (2) Mário Quintana (2) Martha Medeiros (32) Masaharu Taniguchi (1) Mau-humor (1) Menalton Braff (1) Mensagens (7) Meu aniversário (1) Meus blogs (4) Minha autoria (67) Miriam de Sales Oliveira (1) Motivação (2) Mulher (8) Natal (2) Oliveira Fidelis Filho (1) Oscar Wilde (1) Osho (3) Oswaldo Montenegro (1) Otimismo (1) Páscoa (3) Paulo Coelho (2) Paulo Roberto Gaefke (5) Paulo Sant'Ana (1) Pe. Fábio de Melo (1) Poemas (1) Política (1) Programa Fantástico (1) Promoções (1) Protesto (1) Recebidos por e-mail (10) Redação Momento Espírita (4) Reflexões (21) Reinaldo C. Moscatto (1) RH Andrade Gutierrez (1) Richard Bach (1) Rivalcir Liberato (5) Roberto Shinyashiki (4) Rosana Braga (2) Rosane de Oliveira (1) Rose Mori (1) Saúde (4) Selos (4) Sexo (3) Silvana Duboc (1) Tais Vinha (1) Textos Criativos (1) Textos Psicografados (1) Titãs (1) Tragédias (1) Vida real (5) Vídeo + texto de minha autoria (11) Vídeos (1) Vídeos feitos por mim (1) Vinícius de Moraes (1) Violência (1) Vitor Hugo (1) William Shakespeare (1) YouTube Vídeos (4)

Clique na imagem e...

Conheça meu blog divulgador!